Uma escola pequena com turmas menores e estrutura especializada ou um colégio em que é possível seguir nas próximas etapas de ensino e criar forte vínculo. As duas opções costumam encher os pais de dúvidas e dificultar a escolha da instituição em que o filho iniciará a educação infantil.

A melhor alternativa dependerá de qual experiência a família deseja proporcionar para a criança. Em geral, quem escolhe instituições que têm apenas educação infantil quer acolhimento para os filhos. Sem convívio com crianças maiores, a ideia é personalizar a atenção.

Para especialistas, o foco na creche e na pré-escola ajuda na construção de currículos e espaços mais adequados para as faixas etárias. Essa foi a opção de Tatiana Freire para o filho Kauã, de 4 anos, que estuda em uma escolinha pequena.

Segundo a gerente comercial, sua escolha foi influenciada pela estrutura adaptada, que vai de turmas pequenas a móveis sem quinas e brinquedos próprios para cada idade. A chance de estudar em ambiente em que todos se conhecem também pesa na decisão dos pais.

Autora: Valeska Andrade

Fonte: O POVO